3 de junho de 2009

Scott Ian fala sobre novo álbum e novo vocalista


tradução: Mário Megatallica


O site The Quietus recentemente conduziu uma entrevista com o guitarrista Scott Ian (foto), do Anthrax, na qual conversaram sobre o novo álbum e sobre o novo vocalista, Dan Nelson. Confira alguns trechos abaixo:

The Quietus: Ouvindo as novas músicas, eu me senti detonado pelo que ouvi. Que tipo de som você estava procurando?

Scott: Você está certo. Realmente elas soam bem. Rob Caggiano (guitarrista e produtor do Anthrax) fez um grande trabalho novamente. ele tem trabalhado com todo tipo de projeto ele como ele faz parte da banda nos conhece melhor que qualquer um.

The Quietus: A voz de Dan Nelson soa perfeita tanto para o material antigo quanto para o novo. Você concorda?

Scott: Dan tem um instrumento capaz de acertar todo nosso material e sim, nós podemos fazer isso. Para mim, ele é como o Chris Cornell cantando no Pantera (risos).

The Quietus: Você o escolheu por que poderia moldá-lo de acordo com a sua banda?

Scott: Realmente não. O fato é que durante a composição do novo material eu tinha em mente que não tínhamos um vocalista. Mas em vez de nos preocuparmos em achar um nós apenas escrever o material. Enquanto isso, eu tinha a voz de John Bush na minha cabeça, apenas porque ele foi nossovocalista por muito tempo. Então Dan contactou Rob pelo Myspace - ou algo assim - e disse que se precisássemos de um vocalista ele estaria disposto a ajudar. eu E Charlie (Benante, baterista do Anthrax) decidimos trazê-lo para Los Angeles e deixálo conviver com a gente por um mês. Sem audição ou nada parecido; apenas tocando junto e convivendo conosco. Isso foi em Setembro ou Outubro de 2007.

The Quietus: Então ele foi aprovado?

Scott: Totalmente. Ele nos disse que as bandas favoritas dele de todos os tempos eram Anthrax, Pantera e Metallica e nós obviamente adoramos isso. Mas enquanto estávamos no período de pré-produção do novo álbum, não chegamos de fato a contar com elesendo membro do Anthrax. Mas eu sabia desde o primeiro segundo que ele seria o cara. foi assim com todos os vocalistas. Com Joey (Belladonna) foi assim. Com John foi diferente por causa do Armored Saint, mas com Dan foi assim. De qualquer modo, chegou num ponto em que perguntamos paraqual de nossas músicas ele conhecia e ele disse "todas"! (risos) Então numa noite chamamos ele para jantar e perguntamos se ele gostaria de ficar na banda e ele respondeu "sim".

The Quietus: Você ainda acha fácil escrever músicas?

Scott: Bem, esse é o período de composição mais longo desde o álbum Spreading The Disease, basicamente dois anos de trabalho. Este álbum nunca sairia sem estarmos prontos mas houve momentos em que pensei que estávamos perto do final, somente para poder reavaliar melodias e letras. Charlie sempre dizia "Vamos voltar e escutar novamente" e em alguns casos eu improvisei outra música por causa dessa volta. Down Goes The Sun é um exemplo disso. É lógico que seria bom lançar o álbum no verão, mas preferimos fazer as coisas direito. Vamos tocar uma ou duas das novas nos próximos shows mas um festival não é um lugar ideal para as pessoas ouvirem adequadamente as novas músicas. Se eu me lembro bem, foi a mesma coisa quando tocamos em donington em 1987, Among The Living nem havia sido lançado.


Fonte: blabbermouth.net

http://www.roadrunnerrecords.com/blabbermouth.net/news.aspx?mode=Article&newsitemID=121251


Postar um comentário

Mais Notícias

Notícias - KVR Audio News

Notícias - Sound On Sound Audio News

Notícias - Gearjunkies Audio News

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...