7 de outubro de 2011

A morte de Steve Jobs revela sua influência no cotidiano mundial

Enquanto o presidente norte-americano Barack Obama frisa que “boa parte do mundo ficou sabendo a respeito de sua morte usando algum aparelho inventado por ele”, é fácil esquecer que o fundador da Apple, Steve Jobs, impactou nossas vidas cotidianas de forma muito mais profunda – antes de colocar computadores em nossas mãos com telefones celulares e aparelhos portáveis, Jobs primeiro colocou computadores em nossas casas. Foi sob a sua visão que a Apple introduziu a primeira era de lançamento de computadores pessoais e desktops, no final da década de 70. Seus produtos, conceitos, designs e filosofia geral foram e continuarão sendo enormemente influentes. E talvez seja mesmo por causa da forma como seu gosto pessoal modelava cada uma de suas criações que sua morte tenha tocado tantas pessoas e de forma tão profunda.

Steve Jobs: 1955-2011.
Na quarta, quando a notícia de sua morte se espalhou, tributos começaram a dominar a internet, incluindo tuítes escritos por todos, celebridades e anônimos. Epitáfios foram publicados a noite toda em incontáveis sites, desde portais de notícias, até publicações de música, tecnologia e literatura. Músicos também apontaram os impactos significativos e positivos de Jobs na indústria musical – e em suas vidas pessoais. “Obrigado por todas as ferramentas, a inspiração e possibilidades”, escreveu Trent Reznor, do Nine Inch Nails. O prêmio Grammy tuitou "obrigado por revolucionar a forma como ouvimos música. Sua visão não será esquecida". O roqueiro Sebastian Bach escreveu "obrigado por me permitir colocar toda a minha coleção de CDs no meu bolso. Você tornou viagens de avião muito mais divertidas, entre outras coisas".

Jobs superou empecilhos, é verdade; mas ele também nos mostrou que às vezes a melhor forma de fazer algo é de forma diferente de tudo que já tinha sido pensado. "Pense diferente" se tornou o slogan da sua empresa. Jobs incorporava isso não somente com computadores pessoais, música digital e telefones celulares, mas também na forma como vivia sua vida. Um vídeo do YouTube de seu discurso de 2005 em Stanford se espalhou pelo Facebook na quarta, 5, enquanto falas desse discurso apareceram em incontáveis atualizações de status. Então, enquanto o mundo moderno foi significativamente impactado – e melhorado – pela tecnologia que Jobs colocou, literalmente, em nossas mãos, ele também teve aquela habilidade rara de nos inspirar em um nível espiritual também.

Para ler o artigo completo clique aqui.


Postar um comentário

Mais Notícias

Notícias - KVR Audio News

Notícias - Sound On Sound Audio News

Notícias - Gearjunkies Audio News

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...