23 de novembro de 2010

Dia do Músico - você se lembrou?



por Mário Megatallica

Ontem, dia 22/11/10, foi "comemorado" o Dia do Músico. Na verdade, (infelizmente) quase ninguém conhece essa data,o que faz com que ela geralmente passe "em branco" no nosso calendário. Poucos se lembram do Dia do Músico, e entre os que se lembram, pouco há para comemorar pois as dificuldades que fazem parte dessa profissão realmente a tornam pouco atraente. 

Quem pretende ser um profissional da Música tem que estar disposto a enfrentar várias dificuldades: estudar muito, ganhar pouco, encarar uma carga horária de trabalho pesada, fazer "bicos" para complementar a renda, lidar com  preconceito e estereótipos, trocar o dia pela noite, e muito mais... No caso de professores, além das dificuldades habituais inerentes a essa profissão, o Músico-professor ainda tem  que enfrentar a indiferença de maior parte dos alunos por se tratar de uma matéria que tem pouco peso no currículo escolar.

Mas o que leva alguém a trilhar essa carreira tão difícil? Creio que a satisfação de verdadeiramente trabalhar com o que gosta - e gostar do que faz. E isso faz com que esse trabalho do Músico valha a pena - mesmo diante de tantas dificuldades - e nos faz lembrar que ainda temos o que comemorar.

E por que se comemora o Dia do Músico em 22 de novembro? A explicação pode ser encontrada no início da era Cristã através de uma mulher que se tornou "santa" da Igreja Católica (e posteriormente a padroeira dos músicos), a Santa Cecília, como podemos ver no texto abaixo retirado da Wikipedia:

" A história de Santa Cecília, narrada no Breviarium Romanum, a apresenta como uma jovem de família nobre que viveu em Roma no século III, nos princípios do cristianismo, decidida a viver como monja desde a infância. Mas apesar dos pais a terem dado em casamento a um homem chamado Valeriano, a jovem convenceu o noivo a respeitar-lhe os votos e acabou convertendo-o à sua fé, passando os dois a participar diariamente da missa celebrada nas catacumbas da via Ápia. Em seguida, Valeriano fez o mesmo com o irmão Tibúrcio, e com Máximo, seu colega íntimo, e por isso os três foram martirizados pouco tempo depois, enquanto Cecília, prevendo o que lhe aconteceria, distribuiu aos pobres tudo o que possuía. Presa e condenada a morrer queimada, ela foi exposta ao fogo durante um dia e uma noite, mas como depois disso ainda se encontrava sem ferimentos, um carrasco recebeu ordem para decapitá-la. Mas, seu primeiro golpe também falhou. Isso aconteceu durante o ano 230, no reinado de Alexandre Severo, época em que Urbano I ocupava o papado. Anos depois uma igreja foi erigida pelo papa no local em que a jovem mártir residira, tornando-se a Igreja de Santa Cecília uma das mais notáveis de Roma.

Muito embora o Breviarium Romanum não faça menção alguma às prendas musicais de Cecília, ela se tornou, por tradição, a padroeira dos músicos, da música e do canto, cuja data de comemoração é 22 de novembro, o mesmo dia dedicado à santa. A tradição conta que Santa Cecília cantava com tal doçura, que um anjo desceu do céu para ouvi-la."

Parabéns a você, Músico, pelo seu dia!

Postar um comentário

Mais Notícias

Notícias - KVR Audio News

Notícias - Sound On Sound Audio News

Notícias - Gearjunkies Audio News

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...