28 de junho de 2010

Steinberg lança o Halion Sonic

A Steinberg, fabricante dos softwares Nuendo e  Cubase, anunciou o lançamento de seu mais novo software, o Halion Sonic.

Sucessor do Hypersonic 2, o Halion Sonic foi criado em conjunto por especialistas da Yamaha e da Steinberg com cerca de 1200 sons de instrumentos ajustáveis para os mais diversos estilos - de instrumentos acústicos aos mais modernos sintetizadores; das baterias acústicas mais realistas até as batidas eletrônicas mais modernas, apresentando um avançado poder de sampleamento, uma livraria extensa e uma interface de usuário inteligente.

Para saber mais sobre o produto e como adquirí-lo basta clicar aqui.


Novo software de masterização para iPAD

O iPAD agora tem um software específico para masterização de áudio. Trata-se do Reforge. Conhecido como "canivete suíço do áudio", o software possui ferramentas de edição, controle de dinâmica e efeitos comuns a este tipo de programa, todos ajustáveis através da tela touchscreen do iPAD. Suas funções principais são:

.Volume
.Stereo balance
.Stereo widening
.Low pass filter
.High pass filter

Em breve também estarão disponíveis as seguintes funções:

.Pitch effect (dynamic)
.Time stretch (render only)
.Peak filter (dynamic)
.Reverb (dynamic)
.Compressor (dynamic)
.Magnitude Spectrum


Workshop Roland em Brasília

A Roland e a Protec promoverão um Workshop para clientes e músicos de Brasília. O gerente de produtos Sergio Terranova Jr. demonstrará alguns dos modelos atuais de sintetizadores e pianos digitais, entre eles a nova placa de expansão SuperNATURAL para oRD-700GX, além do módulo de modelagem vocal VP-7 e o novo sintetizador portátil AX-09 LUCINA. 

O evento também contará com a participação especial do acordeonista gaúcho Jackson Rodrigues, vencedor do Festival Internacional Roland em 2009 (etapa nacional). Jackson demonstrará alguns modelos da linha V-Accordion, o acordeon digital da Roland. 

Confira o horário e o local do evento
Data: 17/07/2010
Horário: 10:00
Local: Protec Asa norte
Endereço: SCRN 712/713 Bloco E Loja 35 - Asa norte - Brasília
Informações: (61) 3273-0016 Asa Norte - (61) 3964-3020 Sudoeste



27 de junho de 2010

Projeto Flametal mistura Metal e Flamenco

Benjamin Woods e seu projeto FLAMETAL lançarão um novo disco, Heavy Mellow, no dia 6 de julho, pela Flametal Records. O álbum traz trabalhos de bandas como SLAYER, MEGADETH, KISS e SCORPIONS, entre outros.

"Este é um álbum tributo em flamenco para algumas das maiores obras primas do metal. É definitivamente um álbum diferente de outroslançamentos do FLAMETAL e é um trabalho solo que é muito forte para tocar ao vivo. Apesar das músicas serem bastante smbrias, todos compreendem, até sua mãe."

Tocar metal sem palheta ou distorção pareceria impossível para a maioria, mas através de seu treino e criatividade, Woods é o primeiro e único músico a combinar de forma bem sucedida flamenco de verdade com metal. Aqui ele faz um tributo a algumas de suas músicas preferidas do metal, tocando em flamenco, com o tradicional acompanhamento.

Assista abaixo um vídeo da versão flamenca de  My Darkest Hour, do Megadeth.






Black Sabbath antigo ou novo: qual a sua escolha?

por André Wilker de Oliveira*

O Black Sabbath, como todos já sabemos, é uma das mais conhecidas bandas do cenário rock/metal, tendo influenciado músicos dos mais variados estilos desde o final dos anos 60. Responsáveis por canções que se transformaram em hinos, têm fãs fieis espalhados por todo o mundo, fãs esses, como este que vos escreve, que a consideram uma das maiores bandas de Rock de todos os tempos. 

Após a saída de Ozzy Osbourne, o vocalista da fase inicial da banda, houve, por parte de um imenso contingente de fãs, o que poderíamos chamar de “resistência” aos outros vocalistas que o sucederam. Este é o assunto que discutiremos aqui. 

Segundo o site Fanzmosis Ozzy Brasil, em 1977 Ozzy deixou o Sabbath para dar mais atenção à sua própria vida, já que andava bebendo muito, o que, junto à morte de seu pai, o fez deixar a banda. Já em 1979, ele foi expulso da banda. Os motivos não são muito claros, mas supõe-se que Iommi já estava cansado dos problemas de Ozzy com as drogas, além do que eles estavam tentando escrever outro álbum, que viria a se tornar o Heaven And Hell (primeiro álbum com Dio), e que não saía de jeito nenhum. 

A importância de Ozzy para o Sabbath e para o mundo da música é inestimável, seus trabalhos marcaram gerações. Ozzy tem a incrível habilidade de revelar excelentes guitarristas (vide Randy Rhoads e Zakk Wylde) e de emplacar hits como “Sabbath Bloody Sabbath “ e “Paranoid”(com o Black Sabbath), “Crazy Train”e “Mr. Crowley” (carreira solo) e tantos outros. A imagem de “Principe das Trevas” que criou em torno de si, rendeu-lhe credibilidade junto ao seu público, sendo um dos artistas mais respeitados do meio. 

Em resumo, a tarefa de substituí-lo seria ingrata a qualquer incauto que tentasse. Porém, um cidadão chamado Ronald James Padavona, mais conhecido como Dio (Elf e Rainbow), foi convidado a assumir os vocais e participou de cinco trabalhos com o Sabbath, são eles: Heaven and Hell (1980), Mob Rules (1981), Live Evil (1982), Dehumanizer (1992),  The Devil You Know (2007). Dio morreu às 7:45 da manhã (horário local) de 16 de maio de 2010, de acordo com as fontes oficiais. Quem teve a oportunidade de ouvi-lo, notará com certeza que não apenas os vocais mudaram, mas a “cozinha” instrumental também soava diferente, explico; na época de Ozzy, provavelmente influenciados pelo contexto musical herdado dos anos 60, um pouco da loucura hippie talvez ,o Black Sabbath apresentava algumas características psicodélicas agregadas ao seu som, como trechos em seus primeiros álbuns que remetiam a uma atmosfera de obscurantismo, para exemplificar . O instrumental parecia ser mais cru, sem tantos recursos, era uma época de descobertas e não havia muitas bandas que servissem de referencia para aquele estilo. Quando Dio entrou na banda, o Black Sabbath estava no período de transição da década de 70 para a de 80, época onde se iniciou a efervescência de bandas de Heavy Metal. Acredito ser neste período que o Sabbath tornou-se um representante do Heavy Metal propriamente dito. Para os fãs de Dio, sua passagem pela banda foi o ápice do Black Sabbath. Realmente o som estava mais atual, mais técnico, Dio impôs sua marca e o Sabbath inaugurou uma nova etapa em sua história. Dio provavelmente foi o mais bem sucedido vocalista a passar pelo Sabbath depois de Ozzy. 

Devido a divergências com o líder da banda, Tony Iommi, que o acusava de ter alterado as mixagens de voz deliberadamente no disco ao vivo Live Evil, lançado em dezembro de 1982, Dio deixa a banda e após varias tentativas com outros vocalistas, é substituído por Ian Gillan, do Deep Purple. Posteriormente, em 1992, ocorre o retorno de Dio no mítico álbum Dehumanizer, sendo o derradeiro trabalho de estúdio com o Sabbath. 

Born Again(1983) é o nome do álbum com Gillan nos vocais. É um disco mais pesado, sujo e cujas letras provocaram muita polêmica na época, talvez por esse fato, não teve boa aceitação da crítica, mas em compensação, teve do público; ficou em 4º lugar nas paradas inglesas. Até a capa do disco, que mostra um bebê demônio, causou furor e pode-se dizer que é a mais intrigante – pra não dizer assustadora – de toda discografia do Sabbath. Ian Gillan gravou apenas esse trabalho e voltou para sua banda original, o Deep Purple. Particularmente, considero o álbum mais agressivo e sinistro do Sabbath, parece que foi feito tendo como pano de fundo o filme “O Exorcista”(1973) de William Friedkin, baseado no livro de William Peter Blatty. Os riffs de guitarra são chocantes, e o vocal de Gillan, inacreditavelmente elaborado. Se me perguntassem qual álbum do Sabbath mais influenciou bandas do gênero Black/Doom Metal, eu diria Born Again. 

Os Renegados 

Bom, quero deixar bem claro que o título deste tópico não reflete a minha opinião, mas é fato que esse assunto divide os fãs. Posso dizer que a rejeição aos outros vocalistas que passaram pelo Sabbath , com exceção dos três já citados, é tema recorrente nas rodas de apreciadores de Heavy Metal. Ao longo da historia do Sabbath, várias tentativas com outros vocais foram feitas, mas nem todas foram lançadas no mercado. Após Born Again, houve o êxodo dos demais integrantes da banda, permanecendo apenas Toni Iommi. O próximo álbum, chamado Seventh Star, foi praticamente um trabalho solo de Iommi. Com uma formação completamente nova, trazendo nos vocais Glenn Hughes, que já gravou com o Deep Purple, é um bom álbum, mas me soa melancólico, talvez pela fase solitária em que atravessava Iommi. Recheado de teclados, manteve a tendência que vinha seguindo a banda. Glenn Hughes gravou apenas este trabalho. Tony Martin, o próximo vocalista a adentrar à banda, foi o mais injustiçado e o que mais recebe criticas, negativas ou positivas, tanto de fãs como da crítica especializada. Tony Martin gravou cinco álbuns: The Eternal Idol (1987), Headless Cross (1989), Tyr (1990), Cross Purposes (1994), Forbidden (1995). Muitos comparam sua forma de cantar a de Dio, mas não com toda a qualidade que este apresentava. O Black Sabbath com Martin é uma banda completamente diferente de com outros vocalistas; o som está mais moderno, mais aos moldes das bandas de Metal tradicional/Hard Rock que viriam na década de 90. 

Destaco três títulos que foram os mais bem recebidos: Headless Cross (1989), Tyr (1990), Cross Purposes (1994). Observo que os maiores apreciadores dessa etapa do Sabbath são os fãs de Metal Melódico/Tradicional, enquanto os que preferem o metal mais agressivo vêem com melhores olhos os períodos anteriores. As excessivas mudanças na formação também podem ter sido um fator para a perda de popularidade; os fãs de rock acabam se identificando muito com os integrantes de suas bandas preferidas, com suas roupas, corte de cabelo, sua atitude no palco, suas declarações e com as notícias que são vinculadas na mídia. Dessa forma, o Sabbath pode ter perdido parte de sua identidade, pelo menos no que diz respeito às formações. 

Enfim , para encerrar, falta falar da passagem de Rob Halford (Judas Priest)no Sabbath. Apesar de sua notória qualidade vocal e experiência, a voz de Rob não me agradou nas interpretações das músicas da fase Ozzy,no entanto gostei bastante quando cantou as da era Dio. Essas músicas podem ser encontradas no YouTube, caso queiram tirar suas próprias conclusões. 

É isso aí meu amigo, obrigado pela atenção. Aguardo comentários para complementarmos esse assunto.


*André Wilker é músico, guitarrista.

Midas apresenta mesas PRO9 e PRO3 em feira

A InfoComm 2010, realizada entre 9 e 11 de junho em Las Vegas, Estados Unidos, foi a segunda maior de sua história. Além dos mais de 300 seminários realizados, 925 exibidores passaram pelo evento. Um deles foi a Midas, que fez do encontro palco de lançamento da nova mesa PRO9, mais importante modelo da série, e também da PRO3, versão mais simples da PRO6.

A mesa PRO9, que chega ao mercado americano no dia 1° de julho, dispõe de 88 entradas, 35 barramentos de mixagem e conta com recursos que se tornaram populares pelos sistemas XL8 e PRO6, como faders VCA, para controle de múltiplos canais, e grupos POP (Population), que permitem acesso rápido às mais diversas combinações de canais e tornam mais fácil a navegação pelos canais do equipamento. Ainda a exemplo da XL8 e PRO6, a Midas PRO9 oferece uma vasta gama de efeitos e dinâmicas a seus usuários, além de diferentes estilos de compressão. Dotada de dupla stage box, a mesa permite que elas sejam colocadas a até 200 metros de distância uma da outra e a até 500 metros da posição FOH.

O PRO9 oferece todas as opções de entrada e saída comuns às mesas da série PRO, incluindo a possibilidade de configuração com a stage box de formato fixo DL251 e com a unidade de cinco vias de splitter de microfone DL431, de 24 canais (três pré-amplificadores por canal) e dupla ligação de rede. A flexibilidade da mesa pode ser otimizada com a adição do conversor digital DN9650, da Klark Teknik, igualmente lançado durante a InfoComm.

Para surpresa dos presentes ao evento, a Midas apresentou também a mesa PRO3 Live Audio System, versão mais simples da já aclamada PRO6. O equipamento possui 48 canais de entrada e 27 barramentos de mixagem, com opções de expansão - por meio de atualizações de hardware e firmware - que podem transformá-la em uma verdadeira PRO6 ou a até mesmo alcançar os mesmos 88 canais da PRO9.

A previsão é de que os dois modelos cheguem ao mercado brasileiro já em setembro. Mais informações podem ser obtidas em www.teleponto.com.br.


MakeMusic lança o Finale 2011

A MakeMusic Inc. lançou recentemente a nova versão de seu software de transcrição musical, o Finale 2011, incluindo novos recursos como Expanded Percussion Playback, Final AlphaNotes Font, Improved Lyric Entry and Spacing, Instant Capo Chords e outros.


Ableton disponibiliza novos Live Packs gratuitos

Notícia para os usuários do software Live, da Ableton. A empresa liberou recentemente de forma gratuita mais alguns pacotes de expansão, os Live Packs. Estes pacotes foram feitos pela equipe da Minus exclusivamente para a Ableton. Para baixar os pacotes basta clicar aqui

Banda Bush volta à ativa

Lembra do Bush? Pois bem, eles estão de volta. Gavin Rossdale, vocalista do grupo e marido de Gwen Stefani, em entrevita à rádio KROQ anunciou a volta do grupo, e mais, prometeu novo CD - chamado Everything Always Now - para outubro e ainda lançou novo single. A música se chama "Afterlife" e foi tocada na rádio com exclusividade, e agora está disponível para streaming.


Megadeth lançará novo álbum em Setembro

A última noite da turnê de 20º aniversário que o Megadeth fez para o álbum Rust In Peace, foi capturada para o lançamento Rust In Peace Live, que chegará ao mercado nos formatos Blu-ray, DVD e CD, no dia 7 de setembro pela Shout! Factory. 

"Estamos animados em podermos compartilhar o show 'RIP Live' como todos no mundo", comentou o vocalista, guitarrista e líder Dave Mustaine. "A comemoração e o retorno de David Ellefson foram melhores que uma facelift e um frasco inteiro de Viagra para o velho Vic". 

As versões em DVD e Blu-ray trazem, em adição ao concerto, material behind-the-scenes. As faixas são: 

01. Holy Wars...The Punishment Due 
02. Hangar 18 
03. Take No Prisoners 
04. Five Magics 
05. Poison Was The Cure 
06. Lucretia 
07. Tornado Of Souls 
08. Dawn Patrol 
09. Rust In Peace...Polaris 

Bônus: 
10. Skin O' My Teeth (Countdown To Extinction) 
11. In My Darkest Hour (So Far, So Good…So What!) 
12. She-Wolf (Cryptic Writings) 
13. Trust (Cryptic Writings) 
14. Symphony Of Destruction (Countdown To Extinction) 
15. Peace Sells (Peace Sells…But Who's Buying?) 
16. Holy Wars – Reprise (Rust In Peace)


Fonte: roadiecrew.net

Morbid Angel preparando novo álbum

Os nortemaricanos do Morbid Angel se encontram no Mana Recording Studios, na Florida (EUA), desde o último dia 22 de junho gravando o novo álbum, ao lado do engenheiro de som e ex-integrante da banda Erik Rutan. 

Previsto para ser lançado entre o final deste ano e início do próximo pela Season Of Mist, este será o primeiro álbum da banda gravado sem o baterista Pedro "Pete" Sandoval, que recentemente passou por uma cirurgia nas costas. O substituto temporário é Tim Yeung, que já tocou ao lado de nomes como Divine Heresy, All That Remains, Nile, Hate Eternal e Vital Remains.


Fonte: roadiecrew.net

Chimaira lança trailer de Coming Alive

Os norteamericanos do Chimaira postaram no YouTube um trailer do novo DVD que lançarão, Coming Alive, previsto para chegar ao mercado no dia 20 de julho, pela Ferret Music. 

O material traz um documentário em quatro partes, filmado dirante um ano e meio, enquanto o lançamento completo inclui mais de sete horas de conteúdo exclusivo. O DVD, filmado em HD, apresenta a banda em estúdio enquanto gravava o mais recente álbum, The Infection, e ao vivo no mais recente ciclo de turnês. O show principal foi gravado no "Chimaira Xmas: Live Concert Film", ocorrido em 30 de dezembro de 2009. 

As faixas são: 
01. 'The Venom Inside' 
02. 'Resurrection' 
03. 'Power Trip' 
04. 'Empire' 
05. 'The Disappearing Sun' 
06. 'Severed' 
07. 'Destroy and Dominate' 
08. 'Six' 
09. 'The Dehumanizing Process' 
10. 'Dead Inside' 
11. 'Painting The White To Grey' 
12. 'Nothing Remains' 
13. 'Salvation' 
14. 'Secrets Of The Dead' 
15. 'The Flame' 
16. 'Pure Hatred' 
17. 'Implements of Destruction' (Apenas no DVD)


Fonte: roadiecrew.net

23 de junho de 2010

Yamaha Music Experience em Goiânia

Goiânia recebe o Yamaha Music Experience em Junho!

Entre os dias 24 e 27 de Junho a Yamaha disponibilizará aos músicos, amadores ou profissionais de Goiânia a oportunidade de experimentar consagrados modelos de instrumentos de cordas, teclados e baterias digitais Yamaha. 

O evento será realizado no Goiânia Shopping com apoio da Loja Harmonia Musical, além de poder tocar, o público também não perde por esperar o Pocket Show de Duo Sciotti (dupla formada por Derico e seu irmão Ségio) que acontece no dia 24/06. Confira de perto! 

INFORMAÇÕES: 

Evento: Yamaha Music Experience
Data: de 24 à 27 de Junho 
Local: Goiânia Shopping
Endereço: Av. T-10, nº 1.300 - Setor Bueno / Piso 1 
Cidade: Goiânia / GO

Apoio: Loja Harmonia Musical

Pocket Show | Duo Sciotti
Dia: 24/6/2010 - às 20:00hs
Maiores Informações: www.goianiashop.com.br/


Onslaught preparando novo álbum

Os britânicos do Onslaught assinaram contrato com a AFM Records. A banda se encontra em estúdio trabalhando no sucessor do Killing Peace (2007) e a previsão de lançamento é para o final deste ano. 

"Com certeza não será o 'Killing Peace 2'", explicou o guitarrista Nige Rockett a respeito do novo álbum. "É bem old school, contemporâneo e Onslaught. As músicas têm passagens velozes e são deinitivamente mais pesadas e com alguns momentos complexos - mas não em excesso, pois isso comprometeria a violência que rege o material. Pura e inlaterada violência musical. Mias uma vez o Onslaught oferecerá um álbum diferente do antecessor. E não será um álbum de 11 ou 12 faixas, pois não é algo que fazemos. Sempre preferimos a qualidade ao invés da quantidade", finaliza.


Fonte: roadiecrew.net

Show do Big Four nos cimenas

Entre cervejas e pipocas, headbangers e famílias com crianças, começou às 21h da noite desta terça-feira (22), em salas de cinema de São Paulo, a transmissão de "The Big Four", show que reuniu Anthrax, Megadeth, Slayer e Metallica no festival itinerante Sonisphere, em Sofia, na Bulgária.

O evento foi transmitido simultaneamente para 800 cidades de 31 países durante aproximadamente quatro horas. Em São Paulo, o show foi visto no Cinemark do shopping Eldorado e o UCI do Jardim Sul. Os ingressos foram esgotados nas duas salas paulistanas.

Por causa das diferenças de fuso horário, a exibição nos Estados Unidos e América Latina aconteceu com cerca de duas horas de atraso em relação à apresentação na Bulgária.

No lugar de suco e refrigerante, diversas marcas de cerveja e uma pausa ou outra para pipoca. Além de headbangers devidamente caracterizados, também assistiram à sessão diferenciada pais, filhos e gente que parecia ter saído direto do trabalho.



O Anthrax foi quem abriu a noite com gritos de fãs dentro da sala de cinema. "Caught In a Mosh", do álbum "Among The Living" (1987), foi a primeira a mostrar como o festival estava acontecendo em alto e bom som. Sentados na cadeira e ainda tímidos, enquanto alguns fãs balançavam a cabeça e gritavam para o telão, outros ainda tentavam entender o que estava acontecendo.

Em um show que durou cerca de 40 minutos, a banda ainda tocou os covers "Got The Time", de Joe Jackson, e "Antisocial", do Trust, além de "Madhouse" e "Only". O show da banda foi encerrado com "I Am The Law", também do álbum "Caught In a Mosh". Aos gritos, o vocalista Joey Belladonna avisava: "O Anthrax está de volta!".

Em seguida, foi a vez do Megadeth entrar em cena. Sob comando do vocalista Dave Mustaine, a banda apostou nos clássicos, agitou o pessoal de Sofia e levantou o público dos assentos no cinema em São Paulo. O show foi aberto com "Holy Wars", para delírio dos fãs europeus e brasileiros. Logo vieram "Hangar 18", sucesso do álbum "Rust In Peace", e "Hook In Mouth". "Symphony of Destruction" foi o ponto alto, e o show foi encerrado com "Peace Sells", do segundo álbum da banda, "Peace Sells... But Who's Buying?".

Quando o Slayer de Tom Araya e Kerry King --com largas correntes na cintura e um bracelete cheio de pregos-- entrou tocando "World Painted Blood", os fãs se descontrolaram e desceram para fazer um bate-cabeça na frente do telão. A banda ainda tocou "War Ensemble" e "Hate Worldwide". "Seasons In the Abyss" foi responsável por um corte no som por parte da segurança, preocupada com a dança na frente do palco virar confusão. Em protesto, um rapaz mostrou a bunda e chamou o Metallica de "vendido". O grupo encerrou o show com "Raining Blood".

No intervalo antes do show do Metallica foi exibida uma homenagem a Ronnie James Dio, que morreu em maio passado de câncer no estômago. O guitarrista Kerry King (Slayer), o vocalista Dave Mustaine (Megadeth), o baterista Lars Ulrich (Metallica) e o guitarrista Soctt Ian (Anthrax) deixaram suas mensagens de luto e contaram histórias vividas nos bastidores com o músico.

Por volta das 23h30, o Metallica subiu ao palco com abertura igual a que exibiu em janeiro deste ano em São Paulo. O repertório começou com as antigas "Creeping Death" e "For Whom The Bell Tolls", do álbum "Ride the Lightning", de 1984. "Fade To Black" foi tocada com violão por cima da guitarra, enquanto no cinema todos cantavam alto, assim como a balada "Nothing Else Matters". "Master of Puppets" e "One", esta tocada ao som de canhões, foram outro ponto alto do show, encerrado com "Enter Sandman".

Em seguida, os 16 músicos das quatro bandas se reuniram no palco para o cover de "Am I Evil", da banda Diamond Head, em uma "celebração do metal", como disse James Hetfield.

Com o Metallica sozinho no palco novamente, Hetfield falou que amava o público diversas vezes e tocou "Hit The Lights" e "Seek and Destroy" como bônus para finalizar o show, que por aqui, acabou quase 1h da manhã desta quarta-feira (23), ainda com o cinema lotado e algumas latas de cerveja jogadas no telão. Ao final da apresentação, Hetfield revelou que o evento será lançado em DVD.

A professora de inglês Thais Amaral foi uma das mães que esteve com o filho e marido para assistir ao show. Gustavo, de 10 anos, não pôde ir ver o Metallica em São Paulo por causa da faixa etária e disse ter adorado a experiência no cinema. Quase sem voz, ele disse: "é muito legal vir assistir assim, dá para ver tudo o que os caras estão fazendo e dá para ouvir muito bem".



Cosmu lança projeto didático com Dudé

Além do projeto semanal Cosmu Guitar Lessons com Paulo Toth, o site Cosmu inicia esta semana o projeto Vocal Lessons com Dudé e a publicação de Entrevistas Semanais com Projetos Musicais cadastrados no Cosmu.

Cosmu Vocal Lessons com Dudé (Toda 6ª-Feira): dicas, exercícios e matérias sobre técnicas e orientações vocais. As matérias serão voltadas para iniciantes e também profissionais que queiram adquirir mais conhecimento. Dudé é professor de canto e vocalista das bandas Allied Forces e Easy Rockers. Conheça um pouco mais dos seus trabalhos nos links abaixo:

MySpace: www.myspace.com/dudevocalista 

Blog: www.dudevocalista.blogspot.com 

Twitter: @dudevocalista

Entrevista Semanal com Usuários do Cosmu: serão Entrevistas semanais com Bandas, Músicos e DJ’s que levam o seu Projeto Musical a sério e participam da Rede Social Cosmu - Universo da Música. Quer participar? Iremos entrevistar os usuários mais populares do Cosmu (vários amigos e número de acessos ao Perfil) e que possuem seus Perfis atualizados com músicas, Fotos e Vídeos.

Na Rádio Cosmu esta semana:

De 2ª-Feira (21/06) à 4ª-Feira (23/06):

- Pepos (Rock)

- Devastation Kaos (Death Metal)

- Hazy Hamlet (Heavy Metal)

- Combate Vertical (Rock)

- Rutera (Reggae)

- Rosiléia (Gospel)

De 5ª-Feira (24/06) à 6ª-Feira (25/06):

- Guylhotynna (Thrash Metal)

- Hotel Liberal (Hard Rock)

- Audi Vide (Rock Alternativo)

- Banda Cerveja Grátis (Rock)

- Efeito Cola (Hardcore)

- Douglas Souza (Pop Rock)

Sábado e Domingo (26/06 e 27/06) – Promoção por Twitter (@cosmu) a partir de 4ª-Feira (23/06)

Guitar Lessons com Paulo Toth (23/06) – Grooves e Riffs (Rock - Blues)

20 de junho de 2010

Prosoniq lança novo plugin

Como se não bastasse o mau futebol apresentado pela equipe brasileira na magra vitória por 2 a 1 contra a Coreia do Norte, torcedores de todo o país precisaram aguentar, por mais de 90 minutos, o terrível som das vuvuzelas sul-africanas. É possível que o zumbido esteja até agora ecoando no ouvido de muitos.

Para resolver ao menos esse problema, a Prosoniq acaba de lançar o VuvuX, plug-in para Macs que promete dar fim às cornetas. Seu trabalho - identificar o som e filtrá-lo - pode parecer simples, mas o VuvuX, que é baseado na aplicação de "desmixagem" sonicWORX Isolate, da Prosoniq, usa a análise espectral para eliminar com precisão o som indesejado, excluindo, também, os pequenos barulhos que acabam sendo produzidos pela maioria dos redutores de ruídos, restritos a poucas faixas de freqüências.

Vale ressaltar que o plug-in, integrante do Apple AudioUnit e rodado no sistema OS X 10.5 ou superiores, é capaz de dintinguir outros sons, como comentários e gritos de torcida, suprimindo da transmissão ao vivo apenas a estridente buzina africana. O VuvuX pode ser baixado gratuitamente em www.vuvux.com. Mais informações no sitewww.prosoniq.com.


Os novos amps da Meteoro

A Meteoro, fabricante nacional de amplificadores com mais de 25 anos de atuação, já iniciou a comercialização dos modelos de amplificadores MW 750 e 250 Pro Line-Class A Tube Pré-Amp, especiais para contrabaixo. Modelos híbridos, com três válvulas 6BO7 e mesmo número de chaves de Voicing Filters - recurso para realce ou corte de graves, médios e agudos -, os equipamentos têm como pontos fortes o timbre dos pré-amplificadores valvulados, pressão sonora e equalização.

Os amplificadores acompanham caixas modelo 210 e 115. Enquanto a 210 possui 8 ohms de impedância e potência de 300 watts, com dois falantes de 10" e driver com ajuste de sensibilidade, a caixa 115 dispõe de falante de 15", com potência de 200 watts e impedância de 8 ohms.

Mais informações sobre os aparelhos, que foram previamente apresentados ao público em eventos como Musikmesse 2010 e AES Brasil - Áudio Engineering Society, podem ser obtidas no site oficial da Meteoro - www.amplificadoresmeteoro.com.br.


Workshop da Roland em Fortaleza

O Workshop Roland será promovido em conjunto com a revenda Musical Aldeota, em Fortaleza. O gerente de produtos Sergio Terranova Jr. demonstrará novos modelos como o combo VR-700, a placa de expansão SuperNATURAL para o RD-700GX, além do módulo de modelagem vocal VP-7 e o novo sintetizador portátil AX-09 LUCINA. 

O evento também contará com a participação especial do acordeonista pernambucano Giordano Mahatma. O músico ficou em segundo lugar na última final do Festival internacional de acordeon promovido pela Roland (etapa nacional), e agora tem participado de alguns eventos divulgando o V-Accordion. 

Confira os horários e o local do workshop:

Data: 22/06/2010
Horário: 16:00
Local: Musical Aldeota (Escola de Música Viva Música Viva)
Endereço: Av. Desembargador Moreira, 629
Informações: (085) 3131-6560


Marcelo Nova gravará DVD em Goiânia

Um dos maiores nomes do rock nacional irá gravar no Bolshoi Pub, em Goiânia, seu primeiro DVD ao vivo. Marcelo Nova é o recordista de público da casa e mantém uma relação intensa com o público goianiense. Empunhando sua lendária Chet Atkins cor de vinho e ao lado de uma banda que conta com o filho Drake Nova, o Mr. Rock and Roll apresentará seus grandes clássicos com roupagens diferentes, alterando andamentos, modificando riffs e levadas, mudando de tons, e ainda algumas canções escavadas das entranhas mais viscosas de seus discos para resumir três décadas de carreira em 2 horas de show a serem capturadas pelas lentes e microfones de Goiânia.

Para saber mais detalhes basta clicar aqui.


Fonte: bolshoipub.com.br

Rock Band 3 permite uso de instrumentos reais

A principal crítica dos detratores dos videogames musicais é que eles são uma simulação rasteira e limitada da experiência de tocar um instrumento. Há também quem diga que, mais do que perder tempo jogando Guitar Hero ou Rock Band, o jogador deveria tentar montar uma banda de verdade.

Foi talvez levando essas reclamações ao pé da letra que a produtora Harmonix (a responsável por The Beatles: Rock Band) decidiu levar o gênero musical para um nível acima. Na feira Electronic Entertainment Expo, que terminou na quinta, 17, em Los Angeles, a empresa revelou detalhes sobre Rock Band 3, o próximo capítulo do simulador musical mais popular da atualidade.

Apesar de o game permanecer fiel às suas raízes - o jogador "toca" músicas utilizando joysticks de plástico que simulam instrumentos, como guitarra, baixo e bateria -, há novidades significativas na nova versão. Uma delas é a introdução de mais um instrumento à experiência: a maioria das músicas disponíveis no game terá partes de teclado, que poderão ser reproduzidas com um instrumento MIDI de duas oitavas, vendido separadamente. Se o jogador já possuir um teclado com saída MIDI, ele também será compatível com Rock Band 3: só será preciso comprar um acessório chamado "MIDI Pro Adapter", que permite a conexão do instrumento ao videogame.

A outra grande revolução de Rock Band 3 é a possibilidade de se usar uma guitarra de verdade para tocar as músicas do game. Não exatamente qualquer guitarra, mas um instrumento híbrido fabricado em parceria com a Fender Squier, que servirá tanto como joystick no game como para a prática musical na vida real. A guitarra, à primeira vista, é idêntica a uma Stratocaster tradicional, com seis cordas e o mesmo peso e tamanho do instrumento eternizado por Jimi Hendrix. As diferenças estão nos detalhes. No lugar de um dos captadores, há um grande botão que, se pressionado, prende as cordas na parte de baixo, evitando que elas vibrem (ficando, assim, apropriada para ser utilizada no jogo). No corpo da guitarra se encontram os botões de comando que normalmente se encontram em um joystick de videogame.

A guitarra híbrida só funcionará no chamado modo "pro" do Rock Band 3. Nos Rock Band anteriores, o jogador precisava pressionar botões coloridos na guitarra de plástico de acordo com as notas coloridas que surgiam na tela. Já no novo game, as notas a ser tocadas aparecem como números passando por cima de uma representação das seis cordas, da mesma forma que uma tablatura tradicional - os números representam as casas onde cada corda deve ser pressionada. Para tocar a música, o jogador deve agir como se estivesse tocando de verdade: pressionando as cordas no braço da guitarra com a mão esquerda e golpeando as cordas com a mão direita (isso se for destro). Acordes também são indicados por letras, de modo que quem já tiver conhecimento musical terá mais facilidade para se dar bem.

Se jogado no modo "Easy", o jogo pede que pouquíssimas notas sejam tocadas ao longo da música. Já na dificuldade "Expert", tocar em Rock Band 3 se assemelha completamente a experiência verdadeira, pelo menos na teoria. O jogador que já souber tocar determinada música na vida real poderá simplesmente tocá-la da mesma forma que faria em um ensaio ou um show. Só não há qualquer espaço para improviso: é preciso tocar exatamente da mesma maneira que o game propõe. Se o roqueiro souber executar a música de uma maneira diferente da do game (acordes em locais diferentes do braço a guitarra, por exemplo), não irá funcionar, mesmo que soe idêntico: o game capta a pressão exercida nas cordas, e não o som emitido por elas. Quem não tiver nenhum conhecimento musical pode ainda contar com os tutoriais oferecidos pelo jogo. E quando a brincadeira cansar, é possível pegar a mesma guitarra, plugar em um amplificador e tocar para valer.

Rock Band 3 tem lançamento previsto para o final do ano, assim como os novos instrumentos. A Harmonix ainda não revelou o preço da guitarra híbrida (que será vendida separadamente), mas é pouco provável que custe menos de US$ 300. O teclado deve custar US$ 79,99. Os aspectos diferenciados do game possivelmente darão sopros de ânimo a um gênero que parecia fadado à mesmice e que há poucos anos havia sido considerado "a salvação da indústria fonográfica". O que parece mais provável é que o público se inspire a montar bandas de verdade a partir da experiência realista com Rock Band 3.


Setlist das bandas do Big Four

O primeiro e histórico show da turnê com os "Big Four" do Thrash Metal mundial ocorreu no Sonisphere Festival, edição de Varsóvia, na Polônia, nesta quarta-feira (16/06/10), com um público estimado em 81 mil pessoas. Os setlists executados pelas bandas podem ser conferidos logo abaixo.

METALLICA
Creeping Death
For Whom The Bell Tolls
Fuel
The Four Horsemen
Fade To Black
That Was Just Your Life
Cyanide
Sad But True
Welcome Home (Sanitarium)
All Nightmare Long
One
Master Of Puppets
Blackened
Nothing Else Matters
Enter Sandman
-----
Stone Cold Crazy
Hit The Lights
Seek and Destroy

SLAYER
World Painted Blood
Jihad
War Ensemble
Hate Worldwide
Angel Of Death
Dead Skin Mask
Disciple
South Of Heaven
Raining Blood

MEGADETH
Holy Wars... The Punishment Due
Hangar 18
Take No Prisoners
Five Magics
Poison Was The Cure
Lucretia
Tornado Of Souls
Dawn Patrol
Rust In Peace... Polaris
Headcrusher
Sweating Bullets
Symphony Of Destruction
Peace Sells

ANTHRAX
Caught in a Mosh
Got the Time
Indians
Antisocial
Madhouse
Only
Efilnikufesin (N.F.L.)
I Am The Law

O próximo show do dia 22 será transmitido ao vivo para cinemas do mundo todo, inclusive no Brasil, onde os fãs poderão conferir a apresentação em cinemas das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e  Brasília.

16 de junho de 2010

Foto dos membros do Big Four divulgada


Nesta quarta-feira (16 de junho) acontece a primeira apresentação "Big Four", que reúne as bandas de thrash dos anos 80, METALLICA, ANTHRAX, MEGADETH e SLAYER. Será a primeira vez na história que as bandas tocarão juntas.

"Esta é uma oportunidade única na vida para os fãs de heavy metal de verem quatro das melhores bandas de heavy metal da história da América juntas em um palco", declara Dave Mustaine, do MEGADETH, "Se houver uma cabeça que não tenha bangeado até o final do festival, ela não pertence a esta lugar"

Estas quatro bandas lendárias saíram do movimento underground thrash para dominar o mundo do metal nos anos 80, vendendo milhões de cópias e lotando estádios através do mundo.

O baterista do METALLICA Lars Ulrich declarou: "Quem poderia imaginar que 25 anos após seu início, o "big Four" do thrash metal estaria não apenas na ativa, mas sendo mais populares do que nunca, tocandoshows juntos em estádios por toda a Europa e, acima de tudo, indo aos cinemas próximos a você em alta definição (para melhor ou pior???)".

O primeiro show acontecerá no festival Sonisphere, na Polônia.



15 de junho de 2010

Ferramentas de compras no A&RR

por Mário Megatallica

Há uma semana fechei uma parceria com um grande site de busca de produtos para viabilizar algo que, no meu ponto de vista, seria inevitável no futuro (e que já acontece em pequena escala): a realização de compras de produtos relacionados com os temas do A&RR por seus seguidores.

 Sempre acontece de alguma matéria relacionada a algum dos tópicos do blog gerarem interesse de compra por parte de quem as lê, principalmente quando se trata de equipamentos de áudio e softwares. Foi por isso que fechei essa parceria: para disponibilizar aos meus seguidores um meio fácil e rápido de fazer uma compra ou um simples orçamento. Seja lá qual for o produto que você esteja procurando, com certeza você o encontrará através das ferramentas de pesquisa de produtos espalhadas no blog. As lojas mencionadas na sua pesquisa são conhecidas, possuem bastante tempo de mercado no segmento de e-commerce, seus produtos têm procedência e garantia, o que tornam sua compra mais segura.

Por isso, de agora em diante, se você tem vontade de adquirir algum produto mencionado em alguma matéria do A&RR, não tenha medo, não perca tempo! Pesquise a mercadoria nas ferramentas do blog e, caso se interesse, compre-a através das diversas lojas on-line que você pode escolher. Em último caso, se não encontrar o que deseja, entre em contato comigo através de e-mail (ver perfil). E no mais, boas compras!


14 de junho de 2010

Tributo a Ronnie James Dio em Goiânia

O mundo se cala perante o anúncio da passagem de mais um imortal para o outro mundo. Ronnie James Dio (Ronald James Padavona) falece aos 67 anos de idade com câncer de estômago em Los Angeles no dia 16/05/10 (aproximadamente 1 após sua despedida de Brasília pela tour do Heaven and Hell em 2009). Perdemos não apenas uma das vozes mais notáveis deste mundo e um frontman de muita presença, mas também um homem de boa índole que construiu seu império pautado na magia que permaneceu consigo até o fim dos dias. Dio foi, e continuará sendo, fonte-prima de inspiração para muitas pessoas, principalmente músicos. Logo, é dever de tais prestar um tributo que seja símbolo de sua imortalidade na Terra, pois apesar de sua partida, suas memórias serão eternas. Assim seja dito, assim seja feito.

HEAVEN & HELL FESTIVAL: Um tributo à Ronnie James Dio na data do seu nascimento.

PROGRAMAÇÃO

Abertura
20:00h - Evil Eyes (Heavy Metal)
20:30h - Shogun (Clássicos do Metal anos 80 e 90)

Tributos
- RAINBOW
21:00h - Excallibur
- DIO
22:00h - Metal Union Project -Sunroad, Hypnotica e Klasiv-
- BLACK SABBATH
23:00h - Innervision 

LOCAL
DCE da PUC (Área 2 da PUC-GO), St. Universitário, Goiânia - GO

DATA E HORÁRIO
10/07/10 (10 de julho, data em que Dio veio ao mundo) a partir das 20h

PREÇO
Apenas R$5,00 e 1kg de alimento não perecível (exceto sal e fubá)


13 de junho de 2010

Saiba Mais Sobre: o que é Firewire

Saiba mais sobre este tipo de conexão bastante utilizado em equipamentos profissionais para home studio!

por Miguel Ratton

O padrão FireWire, também conhecido pela sigla técnica IEEE-1394, é uma tecnologia de transmissão serial de alta velocidade (até 800 Mbps) para a conexão de dispositivos periféricos a um computador. Dentro de uma conexão usando FireWire, pode-se ter até 63 equipamentos dentro de um mesmo barramento.


Uma das características mais importantes do FireWire é que os equipamentos (computadores e periféricos) podem se comunicar independentemente entre si, sem a necessidade de um servidor específico. A conexão ou desconexão de um equipamento pode ser feita com o equipamento ligado (“hot swap”), sem necessidade de se inicializar o sistema. Dependendo do equipamento, a alimentação elétrica pode ser fornecida pelo próprio barramento FireWire. Existem atualmente cabos de conexão FireWire de 4 e de 6 pinos, e o novo FireWire 800 utiliza cabo de 9 pinos. 


Por ser um padrão de alta velocidade, o FireWire permitiu o surgimento de uma nova geração de equipamentos, como câmeras de vídeo digitais, unidades externas de disco, reprodutores de MP3, etc, que não seriam viáveis sem o FireWire. O mercado profissional também aproveitou as vantagens do novo padrão, principalmente nos sistemas de produção de áudio e vídeo.


Fonte: music-center.com.br

Selenium vendida para empresa americana

O grupo americano Harman, do setor de áudio e entretenimento, anunciou oficialmente ontem, em São Paulo, a aquisição da Eletrônica Selenium, fabricante fundada em 1958 e de grande presença em toda a América Latina no segmento de alto-falantes profissionais. A transação envolve a aquisição de todos os ativos e marcas da Selenium pelo grupo norte-americano e resulta no nascimento de uma nova marca, a Harman do Brasil. Apesar da mudança de razão social, a marca Selenium continua existindo.

Os cerca de 450 funcionários das fábricas de Nova Santa Rita-RS e Manaus-AM serão incorporados pela Harman, que também irá assumir as operações da empresa nos EUA e Europa. "Estamos orgulhosos de incorporar a Selenium à família Harman e também ansiosos para expandir nossa tecnologia em um mercado tão crescente e importante", afirmou o presidente e CEO da Harman, Dinesh C. Paliwal. "O portfólio de produtos da Harman e a presença conquistada pela Selenium no Brasil e América Latina irão permitir novas oportunidade de negócios nos setores automotivo, consumo e profissional", acrescentou.

Por sua vez, Rodrigo Rihl Kniest, ex-superintendente da Selenium e agora Country Manager da Harman no Brasil, relembrou a atuação da Selenium nos Jogos Pan-Americanos, no Rio de Janeiro, e no Festival de Música de Cartagena, na Colômbia, para apresentar um ponto de vista otimista sobre o futuro. "Considerando a qualidade dos produtos da Harman, vemos grandes oportunidades na Copa do Mundo e Jogos Olímpicos que acontecerão no país, além do Carnaval e grandes eventos musicais", declarou o executivo, ressaltando ainda a rede de distribuição da Selenium será o canal de entrada dos produtos da marca americana no Brasil. No entanto, Kniest garantiu que a Royal, atual distribuidora dos produtos de áudio profissional da Harman, não será prejudicada. "É filosofia da Harman não descartar parceiros", concluiu.

Os valores da operação não foram divulgados.


Fonte: musitec.com.br

Beyerdynamic lança novo fone de ouvido

A alemã Beyerdynamic anunciou recentemente o lançamento do T1 Tesla, fone de ouvido especial para profissionais e audiófilos com pressão sonora máxima de 126 dB (300mW/500 Hz).

Dotado de um transdutor capaz de superar a barreira de indução magnética de 1 tesla - medida que determina a capacidade de um equipamento em converter um sinal elétrico de áudio em ondas sonoras -, o T1 Tesla torna possível escutar sons a um volume quase duas vezes superior ao permitido por fones de ouvido tradicionais.

Apresentado inicialmente em janeiro, na CES 2010, o T1 Tesla possui alto-falantes posicionados em um ângulo que evita reflexos sonoros no ouvido externo, com suas almofadas reforçando o isolamento. O produto, carro-chefe da linha Premium Line, dedicada a produtos de 600 ohms de impedância, tem resposta em freqüência de 5 Hz a 50,000 Hz, pesa 350 g, tem cabo de três metros e plugue de 6.35 mm.


Proshows distribuirá Behringer no Brasil

A Behringer, fabricante de áudio de alcance mundial, e a distribuidora brasileira ProShows anunciaram a criação de uma parceria para o mercado nacional. Segundo os termos do contrato, assinado em 28/05 e tornado público somente agora, a ProShows passa a distribuir produtos Behringer com exclusidade em todo o país, ao mesmo tempo em que a multinacional iniciará a produção de equipamentos adequados às necessidades do público brasileiro.

"Esperamos dar à marca Beringher uma nova dimensão no mercado brasileiro. Exemplo disso é que, a partir de agora, haverá uma considerável ampliação do seu portifólio de produtos disponíveis no país", observou Vladimir de Souza, presidente da ProShows, destacando que sua empresa também será beneficiada pelo acordo. "Esperamos um grande aumento do volume de nossos negócios no Brasil", acrescentou.

Em comunicado oficial, Uli Behringer, presidente e CEO da multinacional demonstrou satisfação com a parceria, que tem importância estratégica para as ações da companhia no continente. "Combinando nossas forças e habilidades, poderemos crescer fortemente e sermos muito bem sucedidos no Brasil, além de podermos atender de forma inteiramente nova às necessidades dos consumidores da América do Sul", declarou, acrescentando que acredita em resultados significativos.

O acordo é mais um movimento dentro do plano de expansão internacional da Behringer, que no início do ano adquiriu, da alemã Bosch, as marcas Midas e Klark Teknik, referências internacionais em processamento de áudio e mesas de som. Segundo lista divulgada pela revista americana Music Trades Magazine, a Behringer atualmente ocupa a 14ª posição entre as maiores fabricantes de produtos musicais do mundo.


Cancelado Woodstock 2010 no Brasil

O Brasil não terá uma edição do Woodstock em 2010. Depois de muitas especulações e informações aparentemente confirmadas, a assessoria de imprensa do Grupo Totalcom, que supostamente seria responsável pela realização do festival, em parceria com a The Groove Concept (que realizou, em 2009, o festival Maquinária), informou que haverá um festival de música - mas que não será usada a marca Woodstock.

"Em breve, o Grupo Totalcom divulgará informações oficiais a respeito de um grande movimento de sustentabilidade que envolverá, entre outras ações, também um festival de música", informa o comunicado. Os detalhes serão divulgados em uma entrevista coletiva de imprensa no próximo dia 16, em São Paulo.

Os boatos sobre a realização de um Woodstock no Brasil começaram a circular no final de 2009, quando o empresário Eduardo Fischer, do grupo Totalcom, afirmou em seu perfil no Twitter que estava em negociações para trazer o evento ao país.

De acordo com o grupo de Michael Lang, dono do nome Woodstock (foi ele um dos responsáveis pela lendária maratona musical, em 1969), realmente ocorreram conversas sobre a realização de um evento com o nome no Brasil, porém nenhum acordo foi fechado.

Nesta quarta, 9, publicamos erroneamente a notícia de que o Woodstock Brasil estava confirmado para os dias 9, 10 e 11 de outubro, na Fazenda Maeda, em Itu. Agora, resta saber se essas datas e o local serão mantidos para o festival da Totalcom.


Jimmy Page preparando novo álbum

Guitarrista da lendária banda Led Zeppelin, Jimmy Page afirmou que está ansioso para entrar em estúdio e planeja botar um antigo projeto em andamento em breve, de acordo com entrevista publicada na BBC. Fazendo algum mistério sobre o projeto, Page limitou-se a dizer que o álbum não será somente "juntar-se com alguns grandes nomes para tocar" e que tem uma ideia para botar em prática há muito tempo. 


CJ Ramone no Brasil

CJ Ramone, ex-baixista da banda norte-americana Ramones, voltará ao Brasil em julho com o show "American Punk". A turnê, organizada pela Andy Robbins Entertainment, passará pelo Rio de Janeiro/RJ (Rock n Drinks, 20/07), Novo Horizonte/SP (Experience Rock Bar, 21/07), Goiânia/GO (Bolshoi Pub, 22/07), Brasília/DF (America Rock Club, 23/07) e São Paulo/SP (Manifesto Bar, 24/07). 

Sucessor de Dee Dee Ramone, o baixista – cujo nome real é Christopher Joseph Ward – integrou os Ramones de 1989 até o fim da banda, ocorrido em 1996. O guitarrista que acompanha CJ nesta turnê é Daniel Rey, músico que tem grande ligação com os Ramones, já que atuou como produtor e co-autor de várias músicas ao lado de Joey Ramone e Dee Dee. 

O repertório contará com grandes clássicos do Punk Rock e dos Ramones, como "Blitzkrieg Bop", "Judy Is A Punk", "Beat On The Brat", "Listen To My Heart", "Endless Vacation", "Sheena Is A Punk Rocker", e "Glad To See You Go". 

Sites relacionados: 
www.cjramone.com 
www.myspace.com/cjbadchopper


Fonte: roadiecrew.net

Ozzy disponibiliza nova música para audição

Na última segunda feira Ozzy Osbourne foi entrevistado pelo "Rock Show With Daniel P Carter", da BBC Radio 1. Juntamente com a conversa foi divulgada a nova música 'Soul Sucker', do álbum Scream, que já pode ser ouvida no YouTube

Com lançamento previsto para o dia 22 de junho pela Epic Records, Scream tem as seguintes faixas: 

01. Let It Die 
02. Let Me Hear You Scream 
03. Soul Sucker 
04. Life Won't Wait 
05. Diggin' Me Down 
06. Crucify 
07. Fearless 
08. Time 
09. I Want It More 
10. Latimer's Mercy 
11. I Love You All 
12. Jump The Moon (Japan-edition bonus track) 
13. One More Time (iTunes pre-order bonus track)


Fonte: roadiecrew.net

9 de junho de 2010

Iron Maiden divulga capa e faixas do novo álbum


A data de lançamento do esperado novo álbum do IRON MAIDEN, The Final Frontier, está confirmada para o dia 16 de agosto (17 de agosto nos EUA). A nova capa, ilustração de Melvyn Grant, foi divulgada no sitewww.ironmaiden.com. Para marcar a ocasião, a banda disponibilizou uma faixa do álbum, 'El Dorado' grátis para donwload no site www.ironmaiden.com.

O vocalista Bruce Dickinson explica: “'El Dorado' é uma prévia do vindouro álbum de estúdio. Como a colocaremos no site da nossa Final Frontier World Tour (que começa em Dallas no dia 9 de junho, veja mais datas abaixo) gostaríamos de agradecer a todos os nossos fãs e colocá-los no clima de The Final Frontier dando a eles esta faixa da turnê e do álbum.”

A banda se reuniu com o produtor de longa data Kevin “Caveman” Shirley no começo de 2010 no Compass Point Studios, em Nassau, para gravar o álbum, e depois foi a Los Angeles para finalizar as gravações e fazer a mixagem. O Compass Point Studio é velho conhecido da banda, pois foi onde gravaram "Piece Of Mind" (1983), "Powerslave" (1984) e "Somewhere In Time" (1986).

Comenta Bruce: “O estúdio tem a mesma vibração e é exatamente como era em 1983. NADA mudou! Até um abajur quebrado no canto... o mesmo carpete... tudo... É realmente assustador. Mas nos sentimos muito à vontade em um ambiente tão familiar e onde já vivemos tanto e eu acho que isto surtiu efeito na maneira de tocar e na atmosfera do álbum”.

Depois de 30 anos do lançamento de seu álbum auto-entitulado em 1980, "The Final Frontier" será o 15° álbum de estúdio, conquistando a notável média de um novo álbum a cada dois anos durante 30 anos e totalizando mais de 80 milhões de álbuns vendidos neste período.

O tracklist do novo álbum (tempo total de 76m35s) é:

1. Satellite 15.....The Final Frontier (8:40)
2. El Dorado (6:49)
3. Mother Of Mercy (5:20)
4. Coming Home (5:52)
5. The Alchemist (4:29)
6. Isle Of Avalon (9:06)
7. Starblind (7:48)
8. The Talisman (9:03)
9. The Man Who Would Be King (8:28)
10. When The Wild Wind Blows (10:59)

A Final Frontier World Tour começa em Dallas em 9 de junho com 25 shows em grandes cidades dos EUA e Canadá, tocando para 350.000 fãs ou mais. Em seguida a tour embarca para a Europa, a partir de Dublin em 30 de julho e toca em alguns dos maiores festivais e estádios, indo finalmente para Valencia, Espanha, em 21 de agosto, e incluindo um show na Transylvania.

Comenta o baixista e fundador Steve Harris: “Estamos muito empolgados sobre esta tour. Acho que os fãs realmente gostarão da nova produção de palco e luzes e também lançaremos uma das novas faixas do álbum, 'El Dorado'. Nossos fãs do Texas serão os primeiros a ouví-la e será interessante ver a sua reação e como funcionará com a multidão nesta noite. Eddie estã um pouco diferente nesta tour, e é possívelmente o mais agressivo até hoje... Não posso falar muito dele pois não quero estragar a surpresa, mas garanto que ele vai apavorar vocês!”


MSG lançará CD/DVD em Outubro

O MICHAEL SCHENKER GROUP lançará em Outubro CD, DVD e BLUE RAY contendo um show realizado em Janeiro deste ano, para comemorar o trigésimo aniversário de carreira da banda. O trabalho se chamará The 30th Anniversary Concert – Live In Tokyo, gravado em Tóquio, e o tracklist do lançamento é:

1. Intro
2. Armed And Ready
3. Feels Like A Good Thing
4. Cry For The Nations
5. Let Sleeping Dogs Lie
6. Victim of Illusion
7. Are You Ready To Rock
8. I Want You
9. Night To Remember
10. Into The Arena
11. Lost Horizons
12. Rock My Nights Away
13. On And On
14. Attack Of The Mad Axeman
15. Ride On My Way
16. Rock Bottom
17. Dance Lady Gypsy
18. Doctor, Doctor


Offspring preparando novo álbum

O Offspring soltou um video-teaser mostrando que, apesar de estarem em tour, começaram já as gravações de seu próximo disco. Veja o vídeo abaixo.



Smashing Pumpkins planejando turnê pelo Brasil

Os fãs brasileiros do Smashing Pumpkins podem assistir a um show da banda ainda em 2010, segundo informou osite oficial do grupo liderado por Billy Corgan.

Ao anunciar as datas da turnê norte-americana, que terá início em 6 de julho, Corgan e Cia. aproveitaram para revelar que a banda tem planos de passar por América do Sul e Austrália ainda este ano - devendo finalizar a excursão no final de 2010, nos Estados Unidos. Os shows contarão com clássicos do Pumpkins, além de faixas novas, do projeto Teargarden by Kaleidyscope (ao todo, 44 músicas que Corgan vem liberando aos poucos, para download gratuito - saiba mais).

Como presente, Corgan e os demais integrantes da nova formação (o guitarrista Jeff Schroeder, o baterista Mike Byrne e a baixista Nicole Fiorentino, mais recente nome na banda) convidarão um seleto grupo de fãs para comparecer às passagens de som dos shows. "Faremos algo único", disse o vocalista. "Estamos ainda tentando desenvolver um jeito de tornar possível a presença de alguns fãs", informa o texto. Mais informações devem ser divulgadas em breve.

"Os ensaios têm sido fantásticos", complementou o frontman, sobre a preparação do grupo. "Não me sinto à vontade deste jeito em uma banda desde 1995. Musicalmente falando, parece que conseguimos encontrar o caminho de volta a um som mais elétrico e psicodélico que me lembra o Smashing Pumpkins dos tempos de Gish e Siamese Dream."

No início desta nova turnê, o grupo optou por realizar apresentações menores e mais intimistas. "É a tradição que temos de dar início às novas turnês em locais menores", disse Corgan. "Isso permite que tentemos coisas novas em nossa música."

O Smashing Pumpkins ainda se apresenta no festival Summersonic, que acontece em Tóquio, dia 7 de agosto, e Osaka, dia 8.


Malmsteen lançará novo DVD

Yngwie J. Malmsteen, lendário guitarrista sueco, lançará o DVD Raw Live no dia 29 deste mês pela Rising Force Records. O press release descreve que o material engloba o período entre 1981 e 1999, além trazer de cenas muito raras da infância e juventude de Yngwie na Suécia e suas habilidades prodigias, também abordanaod os primeiros de sua carreira, com os álbuns Rising Force, Marching Out e Trilogy. Além disso, o DVD traz behind-the-scenes inéditos e filmagens atuais da vida pessoal do guitarrista, prometendo mostrar um lado pouco conhecido da sua personalidade.


Fonte: roadiecrew.net

Shadows Fall no Brasil

A banda norte-americana Shadows Fall tocará em São Paulo no dia 01 de julho, no Hangar110, às 20h. Essa será a única apresentação da banda em terras brasileiras. O show faz parte da turnê de divulgação do álbum Retribution, lançado ano passado. 

Com 15 anos de estrada, a Shadows Fall surgiu em Massachusetts, conquistou público e critica, foi indicada ao Grammy duas vezes, em 2005 o baterista Jason Bittner foi eleito o melhor baterista pela revista Modern Drummer e a música da banda foi parar no jogo Guitar Hero, que é febre mundial. O quinteto mescla metal e hard rock, bebe um pouco da fonte thrash dos anos 80 e teve o “dedo” de Zeuss (Hatebreed e Municipal Waste) na produção musical do último álbum. 

Programe-se e não deixe de ver a apresentação da banda que já é considerada a nova onda do heavy metal americano. 

Serviço: 

SHADOWS FALL 
Data: 01/07/2010 (quinta-feira) 
Horário: 20h 
Local: Hangar 110 – Rua: Rodolfo de Miranda, 110, Bom Retiro, Metrô Armênia 
Ingressos: R$40 (1º lote)/ R$50 (2ºlote)* – R$60 (na porta) 

* Pontos de Venda: 
Loja 225 (Galeria do Rock) 
Loja Zeitigeist (Galeria do Rock) 
Metal CD’s (Santo André) 
Ticket Brasil www.ticketbrasil.com.br


Fonte: roadiecrew.net

Mais Notícias

Notícias - KVR Audio News

Notícias - Sound On Sound Audio News

Notícias - Gearjunkies Audio News

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...