13 de julho de 2009

13 de Julho: Dia Mundial do Rock N Roll


Muita gente chega a se perguntar: "por que existe um dia específico para comemorar a existência do Rock?" Basta olhar quantos adeptos este estilo tem ao redor do mundo e quantos milhões de vidas foram influenciadas por ele para obter a resposta. O Rock é mais que um estilo musical; é uma forma de pensar, de agir, de se comunicar, de se comportar. É a maneira pela qual muitas pessoas optaram por fazer e pensar as coisas do cotidiano, modificando-o com a sua lei maior: não se acomode perante o autoritarismo das leis. Rock é filosofia, liberdade musical, comportamental, sexual, política, enfim, é a quebra de todas as regras para usufruir a liberdade plena, nem que seja pelo tempo de duração de um disco de sua banda favorita. O Rock nasceu rebelde e provocador e a banda que não cultiva esse espírito não faz jus ao nome Rock. O Rock vence as fronteiras sociais; não possui classe, nem idade, nem cor. O Rock é a fonte da juventude. O Rock é a trilha sonora de vários momentos da vida de milhares de pessoas; é o trabalho de muitas delas e é o único momento de prazer do dia de milhares de outras, seja ouvindo um CD, assistindo a um DVD ou presenciando alguns de seus deuses ao vivo. Vivenciar o Rock é inevitável e inesquecível. Viver de Rock é uma honra. Parabéns por mais um ano de existência desse estilo que cospe no prato da mídia e que sobrevive forte no underground há mais de 54 anos. Vida longa ao Rock N Roll!

Mas, por que se comemora o aniversário do Rock no dia 13 de Julho? Uns dizem que esta seria a data do primeiro registro oficial desse estilo em um disco de vinil (tal registro seria o primeiro EP do Elvis Presley, lançado em 1955) enquanto outros defendem que seria pela realização de um megaevento em 1985, chamado Live Aid. Sobre este evento, o colunista Alexandre Saggiorato escreveu num site:

"O rock originou-se nos Estados Unidos na década de 1950 e ganhou o mundo a partir daí, passando por diversas modificações sonoras e visuais. Mas é importante ressaltar que o dia mundial do rock não é apenas um dia estipulado por sua música ou pela mídia, mas também pelo seu envolvimento político e social que crescia a cada década e que foi simbolizado durante o festival de rock LIVE AID, realizado em 1985. BOB GELDOF, compositor, humanista e vocalista da banda BOOMTOWN RATS, idealizou juntamente com MIDGE URI o evento que foi realizado no dia 13 de julho de 1985. O concerto aconteceu simultaneamente nos estádios JFK na Filadélfia nos Estados Unidos e no estádio Wembley em Londres na Inglaterra, e contou com a presença de diversos artistas, entre eles: STATUS QUO, DIRE STRAITS, Led Zeppelin, MADONNA, QUEEN, JOAN BAEZ, DAVID BOWIE, B. B. KING, MICK JAGGER, STING, U2, PAUL MCCARTNEY e PHIL COLLINS que curiosamente conseguiu tocar nos dois estádios, embarcando em um avião rapidamente após o show na Inglaterra rumo aos EUA. O evento teve como objetivo principal e utópico, o fim da fome na Etiópia e foi transmitido pela BBC para diversos países. ERIC CLAPTON que também se apresentou no festival comentou em sua autobiografia sobre os momentos que antecederam sua apresentação no festival: “Nos hospedamos no Four Seasons Hotel, onde cada quarto estava ocupado por músicos. Era a Music City, e como a maioria das pessoas, fiquei acordado a maior parte da noite na véspera do concerto. Não pude dormir de nervoso. Deveríamos subir ao palco ao anoitecer, e fiquei assistindo às apresentações dos outros músicos na TV durante a maior parte do dia, o que provavelmente foi um erro psicológico”.

Como podemos notar nas palavras de Clapton o festival foi muito importante e tomou uma proporção monstruosa devido à diversidade de artistas a se apresentar, sem contarmos a responsabilidade dos músicos envolvidos em um projeto grandioso como esse. Para termos uma idéia, alguns artistas ainda se apresentaram em Moscou, Sidney e Japão. Após 20 anos do evento, BOB GELDOF realizou em julho de 2005 o LIVE 8, uma espécie de “nova edição”, onde pôde contar com uma estrutura ainda maior, além da colaboração de inúmeros músicos para a solidificação de suas idéias, às quais, ainda se fundamentam em pressionar os principais líderes mundiais (o G8) para perdoar a dívida externa das nações mais pobres do mundo. Além disso, GELDOF firma-se na proposta de liberdade, ensino, cuidados médicos básicos para todas as crianças, remédios para portadores de AIDS, entre outras metas, que se depender de seu empenho, serão no mínimo amenizadas ou repensadas pelos líderes mundiais."(1)

E falando de curiosidades, para quem deseja saber mais sobre o Rock, recomendo uma lida no texto do Wikipedia que resume bem a história do Rock N Roll e todas as suas subdivisões, que você pode acessar clicando aqui , e uma lida no livro Heavy Metal: Guitarras Em Fúria (1997), do jornalista Tom Leão, que retrata bem o surgimento do Metal, falando sobre seus maiores ícones e todas as suas subdivisões (até a época de seu lançamento).

E que venham mais cinquenta anos de Rock N Roll!

\m/


(1) Retirado do site whiplash.net (http://whiplash.net/materias/especial/092348.html)
Postar um comentário

Mais Notícias

Notícias - KVR Audio News

Notícias - Sound On Sound Audio News

Notícias - Gearjunkies Audio News

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...